Descubra se dentes infeccionados podem causar zumbidos no ouvido

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
dentes infeccionados

Ter dentes infeccionados pode ser um verdadeiro problema, uma vez que a infecção nessa região pode trazer consigo diversos sintomas, como a dor nos dentes e até mesmo zumbidos no ouvido que podem ser também nomeados de dores de ouvido. 

Isso porque, a região da boca está interligada com outros sistemas, como é o caso da garganta e dos ouvidos, por exemplo. Além desses, alguns problemas bucais também podem chegar a gerar dores de cabeça. 

Em suma, justamente por esse e outros motivos que é importante cuidar da saúde bucal, uma vez que problemas como infecções dentárias, cáries e tártaros começam a aparecer. 

Além de estragar seus dentes, eles ainda podem gerar outras consequências e dores em diferentes partes do corpo. 

Sabendo disso, confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre a relação entre a saúde bucal e problemas no ouvido, entenda como tratar e evitar esses problemas, para que tenha não só saúde como também qualidade de vida plena. 

Qual a relação de dentes infeccionados com os zumbidos no ouvido?

Assim como já mencionado anteriormente, pacientes que acabam contraindo infecções nos dentes, principalmente aqueles que fazem uso de alinhadores invisíveis, podem ter outros problemas, como por exemplo, acabar desenvolvendo um zumbido no ouvido que chega a doer, além de incomodar muito. 

Isso acontece porque, alguns problemas odontológicos acabam afetando a audição. De acordo com o Ministério da Saúde, o zumbido no ouvido tem como principal causa a perda de audição e pode aparecer em qualquer idade, inclusive nas crianças.

Em suma, esse sintoma acaba surgindo quando a pessoa começa a escutar um barulho que não se encontra no ambiente e portanto ela é a única a ouvi-lo.

Esse barulho pode estar diretamente relacionado a um incômodo, que pode ser leve ou mais intenso. 

Dessa forma, é preciso estar atento a evolução desse zumbido, uma vez que ele pode causar perda de equilíbrio, perda de audição, fazendo necessário com que o paciente busque por um especialista para buscar tratamento prontamente. 

Entretanto, se for possível perceber que esses zumbidos são causados por problemas “dentofaciais”, o paciente pode buscar um dentista, que muitas vezes será especializado em quanto custa um implante dentário, e assim ele vai poder tratar a causa principal dos zumbidos. 

Quais os sinais para saber se um dente está infeccionado?

Assim como qualquer outra doença bucal, dentes infeccionados também apresentam sintomas para que seja possível identificar que algo não está certo, e então buscar tratamento, como por exemplo o clareamento dental.

Sendo assim, um dos primeiros sintomas é dores de dente e sentir ele latejando. Com a progressão da infecção, o paciente também pode sentir febre alta e perceber uma vermelhidão das gengivas que cobrem os dentes infeccionados, por exemplo. 

Além disso, também é comum que os pacientes passem a sentir gostos ruins na boca e desenvolvam mau hálito que não se dissipa com a devida escovação. Além desses sinais, alguns outros são: 

  • Dor latejante no dente, maxilares ou pescoço;
  • Inchaço na bochecha;
  • Sensibilidade ao contato com frio ou calor;
  • Sensibilidade causada por pressão;
  • Febre;
  • Inchaço dos linfonodos no pescoço.

Nesses casos, é preciso buscar por um dentista, e solicitar informações e avaliações para que o dente seja tratado e a infecção seja curada, podendo até fazer procedimentos mais estéticos depois do tratamento da infecção.

Para isso, basta buscar informações, como: “clareamento dental antes e depois”. 

Vale lembrar que a causa da infecção também pode gerar um temporo mandibular, que nada mais é do que uma infecção nos músculos da ATM, parte responsável pelo funcionamento de nossa mandíbula, que costumam ocasionar desde dores localizadas e de cabeça até zumbidos e dificuldades de mover a boca.

Como tratar um dente infeccionado?

O primeiro passo é buscar por um profissional que possa avaliar o caso, verificar todas as peculiaridades de seu problema e dessa forma indicar o tratamento mais indicado para tratar das infecções, assim como acontece em casos onde o paciente coloca faceta dental.

Dessa forma, muitos profissionais indicam o tratamento com remédios, além de realizarem limpezas nos dentes para que haja um extermínio ou uma diminuição de bactérias que possam estar causando a infecção.

Além disso, dependendo da seriedade do caso, é comum o dentista indicar acompanhamento com outros profissionais, como o otorrino. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Leia também: