Como manter a saúde bucal no ambiente de trabalho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
saúde bucal
88 / 100

Uma empresa que cuida dos funcionários se torna reconhecida quanto ao trato e importância em relação à mão de obra, e a saúde bucal no ambiente de trabalho está entre as preocupações que devem ser discutidas em todos os níveis corporativos. 

Com o passar dos anos, a preocupação com o bem-estar e a saúde dos funcionários têm aumentado, sendo que grande parte das organizações reconhecem o impacto que a força de trabalho saudável tem no desempenho, na motivação e, até mesmo, na redução de faltas.

Sendo assim, uma empresa que emprega, entre as muitas estratégias de negócios, focar no bem-estar, assim como na saúde bucal, garantir que os benefícios ofertados forneçam resultados saudáveis. 

Tendo isso em mente, é importante destacar os motivos pelos quais é preciso propor aos funcionários que atuam no transporte de medicamentos que tenham cuidados voltados para a saúde bucal. 

Pode ser por meio de incentivo, ainda mais quando há benefícios odontológicos envolvidos. 

Como benefício tangível e utilizável, nem todos podem perceber que a visita ao dentista é parte essencial para cuidar não apenas da saúde bucal, mas também do bem-estar geral. 

A seguir estão alguns fatos interessantes que podem ser compartilhados com a força de trabalho sobre a importância de manter a saúde bucal:

Presença regular no consultório odontológico

O plano odontológico pode fazer parte dentre tantos benefícios disponíveis para os empregados de uma empresa administradora de condomínio, e fornecer uma avaliação regular de saúde bucal pode ajudar a manter os dentes limpos e saudáveis. 

Em uma avaliação preventiva, o profissional da área odontológica avalia a saúde bucal atual de cada paciente, pode identificar riscos quanto a doenças futuras, e passa conselhos sobre cuidados e tratamentos necessários para garantir que tudo esteja bem.

Além de ar e alimentos dentro da boca

Profissionais da área de odontologia sugerem que, cada vez mais problemas gerais de saúde, estão relacionados aos cuidados bucais de uma pessoa. 

Acredita-se que, em alguns casos, a doença gengival está relacionada a condições médicas, como:

  • Câncer de intestino;
  • Diabetes;
  • Doenças pulmonares;
  • Problemas cardiovasculares.

Em outros estudos, cientistas publicam pesquisas que ligam a doença gengival à doença renal, revelando que pacientes com doença renal crônica e gengival grave têm uma alta taxa de mortalidade, quando comparados com aqueles que têm diabetes e hipertensão, segundo a pesquisa publicada no Jornal de Periodontia Clínica.

A gengivite é uma infecção dos tecidos que sustentam os dentes, e a causa está ligada a bactérias que resultam, enfim, do acúmulo da placa bacteriana. 

Caso essa placa não seja removida continuamente, com o uso de fio dental e escovação correta, as bactérias acabam irritando as gengivas, o que causa dor, inchaço e evolui para pior, como sangramento.

A prevenção se sobrepõe à cura

Os dentistas relacionados aos planos odontológicos oferecidos pelas empresas de transporte de maquinas pesadas podem diagnosticar doenças gengivais, assim como podem ajudar os pacientes a tratar a condição e evitar que ocorram novamente. 

Além disso, enquanto os exames odontológicos de rotina não podem diagnosticar uma doença sistêmica, eles podem ajudar os pacientes a se conscientizarem do risco de desenvolver inflamação no corpo.

Isso permite que, caso seja necessário, os funcionários possam procurar orientação médica e tomar medidas preventivas.

Enquanto alguns pacientes se mostram mais suscetíveis a doenças gengivais, por exemplo, o corpo reage às bactérias de forma exagerada em torno das gengivas, o que acaba por causar uma inflamação.

Caso os devidos cuidados não sejam tomados, a inflamação pode se espalhar pelo corpo, o que se torna um problema em consequência à falta de saúde bucal, provocando outras doenças cardíacas e, até mesmo, artrite reumatoide.

Há aqueles que, de alguma maneira, possam dizer que a responsabilidade é de cada um em cuidar da saúde bucal. 

No entanto, é discutível que empresas e empregadores também tenham um papel a desempenhar na comunicação quanto à importância em manter a saúde bucal enquanto funcionários, especialmente ao se considerar o impacto sobre o bem-estar e a saúde em geral. 

5 dicas para manter a saúde bucal no trabalho

Manter uma boa higiene bucal ao longo do dia é crucial, não apenas escovar de manhã, após as refeições e antes de dormir. Envolve prestar atenção às gengivas e dentes na visita ao consultório odontológico. 

Pode ser um desafio manter os cuidados bucais durante o trabalho, principalmente se o funcionário for responsável por uma reforma de residência ou um projeto que demanda gestão sobre toda uma equipe por longas horas, com várias tarefas. 

No entanto, existem muitas formas de fazer higiene e cuidar da saúde bucal enquanto realiza as tarefas diárias. 

1. Goma de mascar

Há chances de que um funcionário não tenha espaço adequado, ou ao mesmo tempo, para escovar os dentes após um almoço de trabalho. 

Mascar um chiclete sem açúcar é uma das alternativas para manter a saúde bucal e a higiene até conseguir escovar os dentes. 

A mastigação de uma goma de mascar, e a produção de saliva, ajudam a remover os restos de comida e bactérias que podem se acumular nos dentes e na gengiva. 

Dependendo da goma de mascar disponível, especialistas sugerem um chiclete que contenha xilitol, que aumenta a produção de saliva na boca. 

2. Beber água suficiente

Essa dica vai além da saúde bucal, pois manter o corpo hidratado ao longo do dia, a ingestão de água durante o horário de trabalho em uma linha de produção de selante para radiador evita o consumo de sucos muito açucarados e refrigerantes. 

A água deve passar por toda a região da boca, a fim de eliminar bactérias e partículas de alimentos, caso não seja possível escovar os dentes após uma refeição. 

Beber água com alto teor de flúor ajuda a fortalecer os dentes e prevenir cáries, além de evitar que a boca fique seca, um dos principais culpados pelo mau hálito. 

3. Suprimentos à disposição

Dentro de uma gaveta, ou mesmo em uma mochila ou bolsa que pode ser carregada diariamente, é possível manter suprimentos como uma escova de dentes, creme e fio dental, além de um enxaguante bucal.

Eles podem ficar disponíveis e serem acessados de forma fácil, principalmente após as refeições, ou antes de uma reunião de trabalho. 

Isso garante que a saúde bucal possa ser cuidada e, assim, os funcionários se mostram mais cautelosos. 

4. Foco no sorriso 

Se uma pessoa parar para pensar no número de colegas de trabalho e clientes que, provavelmente, encontra ao longo de um dia, descobre a real necessidade de se concentrar no sorriso enquanto está em atividade laboral. 

Isso motiva o cuidado quanto à saúde bucal, inclusive sobre manter os dentes limpos e o hálito fresco, assim como quem cuida do revestimento 3d para sala para deixar tudo mais bonito. 

De qualquer maneira, o objetivo é, definitivamente, dar uma impressão atraente e simpática, o que pode ser impossível com um mau hálito. 

5. Cuidado com o consumo de alimentos

A dieta e a escolha por alimentos podem ser benéficos para a saúde bucal, independente de se estar em casa ou no ambiente de trabalho. 

O melhor é evitar bebidas ricas em açúcar, como sucos industrializados e refrigerantes, e se concentrar em sucos naturais e água. 

Caso seja preciso consumir algum lanche, vale optar por frutas, pois ajuda a esfregar os dentes sem deixar um resíduo de açúcar, como no caso de sobremesas. 

Tanto a maçã quanto a cenoura são opções que aumentam o fluxo de saliva e ajudam na limpeza de açúcar na boca. 

Como a saúde bucal afeta o local de trabalho?

A disponibilidade de um plano odontológico, como benefício para os funcionários, pode impactar de forma direta os funcionários e, portanto, a empresa de engenharia civil como um todo. 

Desde uma pequena dor de dente, até um grave problema dentário, as questões de saúde bucal podem ser responsáveis pela falta de produtividade, dias de falta no trabalho e, com um sorriso amarelo, até mesmo na baixa autoestima e moral dos funcionários. 

Tudo isso pode aumentar os custos de uma empresa e, com a maioria dos adultos tendo, ao menos uma vez na vida, problemas com cáries, é provável que muitos funcionários possam se beneficiar de um plano odontológico.

Uma boa saúde bucal é essencial para criar um ambiente de trabalho saudável e feliz.

Quando os funcionários utilizam os benefícios de um plano odontológico, os cuidados preventivos estão incluídos, o que significa avaliações e limpezas que podem ajudar a protegê-los de problemas de saúde e doenças. 

Conclusão

Seja para prevenir doenças periodontais, cáries e outros problemas de saúde bucal, a higiene no ambiente de trabalho deve ser levado sempre a sério. 

Além de priorizar a escovação diária e o uso de fio dental, entre outros hábitos de vida saudáveis, para manter os dentes e gengivas sadias, um sorriso pode mudar até mesmo o atendimento dentro de uma administração predial voltada ao cliente.

Isso pode ajudar os pacientes a evitar doenças odontológicas, além de diminuir os riscos de outros problemas graves de saúde.

Leia também: