Medicina ocupacional no home office

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

A medicina ocupacional é uma área que está cada vez mais sendo utilizada dentro das empresas, principalmente, por possuir uma ligação direta com a saúde dos funcionários de uma organização. 

Também podendo ser chamada de medicina do trabalho, esse ramo atua tanto na prevenção como no tratamento de doenças ou até mesmo ferimentos, que podem ocorrer no ambiente de trabalho. 

Esse formato também pode promover melhorias no estado de saúde e na qualidade de vida dos profissionais que atuam em uma bancada de trabalho para oficina, por exemplo, promovendo até mesmo interações melhores na vida social e profissional. 

A medicina ocupacional também beneficia uma equipe, que ao ter o seu bem-estar renovado, acaba produzindo com uma maior qualidade os seus serviços, e com isso, melhorando os serviços e produtos que a empresa oferece aos seus clientes.   

Uma empresa de limpeza escolar, por exemplo, que proporciona uma uma medicina ocupacional para os seus trabalhadores, acaba ganhando valor no mercado devido a segurança que proporciona, fazendo com que a credibilidade aumente. 

As principais funções deste modelo de medicina é que a higiene no local de trabalho seja realizada de forma regular, incluindo a fiscalização das condições da qual o empregado se encontra exposto, tanto físicas como também psicológicas.

Uma equipe de medicina ocupacional deve conter profissionais da área da saúde, sendo eles:

  • Médicos;
  • Enfermeiros;
  • Técnicos;
  • Auxiliares. 

Uma empresa deve oferecer as melhores condições, dentro do que cada trabalho desenvolve, para que um bom trabalho possa ser feito. 

As principais doenças que surgem no formato home office

Um formato de trabalho que está ganhando cada vez mais espaço dentro do mercado é o home office, também conhecido como trabalho remoto. 

Nele, muitas empresas podem atuar desde a criação de pulseira de papel personalizada até áreas de administração. 

Um profissional que atua neste formato, acaba montando em sua própria residência uma estrutura para a realização das tarefas, em alguns casos, do mesmo modo que seria caso atuasse em uma empresa. 

Alguns profissionais, devido às flexibilidades deste modelo, acabam optando por outros locais onde-se podem trabalhar, como cafeterias, hotéis ou alugam espaços de coworking, de modo que a tecnologia e o espaço sejam pontos importantes para esse formato. 

Embora não haja uma atuação direta dentro da empresa ou em uma estação de trabalho baia, o trabalhador, mesmo no formato de home office, pode desenvolver doenças e problemas de saúde. 

01. Problemas de visão

Quando há uma grande exposição a telas, o formato tanto trabalhando de forma presencial já é considerado algo grave.

Contudo, no modelo de home office as consequências podem ser ainda piores, porque não são todos os ambientes que possuem iluminação adequada. 

Por isso, uma empresa deve se certificar de que mesmo sendo na casa do funcionário o seu ambiente de atuação, a iluminação possa estar adequada ou que a luz que atinge os olhos não prejudique a lubrificação natural que deve-se ter. 

02. Varizes e tromboses

Embora se pense que só aparece para pessoas que trabalham a pé na limpeza de colchão box, por exemplo, tanto as varizes como também a trombose, pode surgir nos trabalhadores que não possuem uma boa postura sentado.  

A trombose é a formação de coágulos em lugares, que não houve um sangramento, e o resultado é a inflamação nas paredes dos vasos sanguíneos que, em casos graves, pode-se alcançar o pulmão. 

Esse risco pode prejudicar o órgão, que tem suas funções bloqueadas, e resulta até mesmo em uma embolia pulmonar, tudo isso, porque baixa movimentação ou gera total imobilidade, acabam afetando a circulação de sangue. 

Varizes, por outro lado, são manchas roxas que surgem nos membros inferiores, devido a dilatação dos vasos para enviar o sangue ao coração. Não possuindo a gravidade da trombose, pode-se considerar algo de alerta devido às dores que levam a afastamentos. 

Por isso, praticar exercícios em academias ou movimentos pela casa, podem contribuir para que o sangue circule por todo o corpo, não prejudicando nenhuma parte. 

03. Dores nas costas ou na coluna 

Outra doença bastante comum para quem trabalha em home office ou presencialmente são as dores, tanto nas costas como na coluna, por conta da postura incorreta, força que utilize o tronco, assim como levantar peso de forma errada.

Por isso, é importante que as empresas auxiliem os empregados a ter um espaço adequado, tanto para o trabalho como para as pausas, podendo optar por um chaise longue para quarto, suportes para computadores e apoios para os membros inferiores. 

Pausas para o alongamento ou que o corpo acabe saindo dessa posição também podem contribuir e com isso, melhorar o bem-estar do trabalhador. 

04. Doenças mentais

A saúde mental é um fator importante dentro de uma empresa, por isso, quando se há um trabalho no formato de home office, alguns trabalhadores podem se sentir desconfortáveis com o tempo devido a falta de locomoção e a sensação de confinamento. 

Isso somado ao fato de que não há interações com outros profissionais do ramo, gerando alguns quadros como estresse, alimentação feita de modo errado e em casos graves, até mesmo o burnout. 

O autocuidado é importante em situações como essa, por isso, uma rotina regrada com horários e estratégias que podem contribuir para que transtornos não surjam, são bons meios para se evitar crises que agravam doenças mentais. 

Outro fator que colabora é a separação de ambientes, de modo que o de lazer seja um e o profissional seja outro, para que o estresse acabe não atrapalhando os locais de descanso. 

05. Cardiopatias

O sistema cardiovascular é um dos mais prejudicados no formato de home office, isso porque o sedentarismo acaba sendo um dos fatores que ocorre neste modelo, fazendo com que o sobrepeso, pressão arterial ou colesterol possam acabar sendo agravados. 

Isso resulta em doenças como arritmia, AVC ou infartos. Para que isso seja evitado, uma boa alimentação por parte do profissional deve ser feita, mesmo que o trabalho seja em casa, para que não piore ou se transforme em um problema futuro.

Outro ponto que colabora com as doenças relacionadas ao coração são os hábitos, desde um bom sono, a organização da rotina e a prática de atividades físicas podem contribuir para que isso não ocorra. 

06. LER e DORT

Embora ambas não sejam doenças em si, podem acabar sendo contribuintes para que as doenças se desenvolvam mais tarde.

O LER ou Lesão por Esforço Repetitivo está relacionado às alterações que tendões, músculos, ligamentos, nervos, articulações e até mesmo os ossos podem ter com sobrecargas, fazendo com que dores possam ser recorrentes.  

Já o DORT ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho, está ligada às posturas que ficam de forma inadequada para realizar os trabalhos em jornadas longas, de modo que de forma incorreta, prejudique o processo.   

Por isso, a importância de se exercitar e movimentar o corpo é importante, para que isso não seja prejudicial. 

Quais são as obrigações da empresa com funcionários?

Se uma empresa contrata no formato de home office, é importante que esses funcionários que forem trabalhar em casa, tenham cuidados vindos do próprio empreendimento.

De modo que se ocorrer casos mais graves, possam receber tratamento de escoliose com quiropraxia, por exemplo. 

Verificar mobília, ambiente e iluminação é algo que a empresa deve fazer para se certificar que o trabalhador não terá o seu trabalho prejudicado na falta de um desses pontos, visto que, podem se tornar um empecilho.

Orientações sobre atividades físicas e alimentação também devem ser incentivadas pela empresa, de modo que pausas também sejam recomendadas para não ocorrerem desgastes no trabalho. 

Manter a segurança do profissional, seja ele atuando no empreendimento ou em casa, é fundamental não apenas para se ter uma boa reputação dentro do mercado, como também, para que o bem-estar possa ser promovido a esse trabalhador. 

A importância da empresa cuidar da sua equipe vai além de fornecer um uniforme para empresa de limpeza ou de outros departamentos, mas também, garantir que fisicamente e psicologicamente, esse profissional esteja amparado.

Proporcionar uma segurança faz com que, esse profissional se sinta importante e que possa trabalhar melhor, tanto individualmente como em equipe, melhorando deste modo a qualidade dos produtos ou serviços que o negócio entrega aos seus clientes. 

Considerações finais 

Portanto, uma empresa proporcionar um amparo para os seus funcionários é importante, seja ele dentro do ambiente comercial como no formato de home office, sendo esse segundo tão importante quanto o primeiro. 

Por isso, certificar-se de que o local que o trabalhador irá atuar não prejudicará seu lado físico e emocional é importante para que o trabalho possa funcionar de um bom modo e assim, ter bons resultados dentro do mercado do qual se atua. 

Leia também: