Entenda como a saúde mental impacta diversos aspectos de sua vida

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Quando se trata de saúde mental, há determinados elementos que afetam o bem-estar pessoal, que inclui uma renda adequada, uma dieta balanceada, refletindo em um estilo de vida seguro e confortável. 

A ausência desses elementos pode levar a doenças mentais e, por isso, as pessoas são desafiadas quanto precisam encarar as consequências sociais, todas resultantes da ausência de elementos do bem-estar quando se refere a saúde mental. 

Muitas pessoas não levam em consideração o que causa as doenças mentais, razão pela há um impacto direto na vida de cada um no dia a dia. 

Dessa forma, é preciso lutar para manter a saúde mental intacta, para conseguir trabalhar no conserto de forno industrial para comprar divisória de ambiente, sem afetar relacionamentos familiares e a vida social, como um todo.

Por isso é importante entender mais sobre saúde mental, quais os transtornos possíveis, os efeitos na rotina de uma pessoa, e como é possível melhorar a qualidade de vida, se tomar os devidos cuidados. 

O que é saúde mental?

Da mesma forma que é importante manter o corpo forte e saudável, a saúde mental também precisa de cuidados cotidianamente. 

A saúde mental inclui o bem-estar emocional, social e psicológico, e afeta a forma como você age, pensa e se sente em diferentes situações, seja trabalhando na empresa de nitreto de silício, em uma sala de aula ou em um treinamento profissional.

Também ajuda a determinar como você lida com os estresses da vida, nos relacionamentos sociais e as escolhas e tomadas de decisões.

Quando você desfruta de uma saúde mental estável, isso não significa estar sempre de bom humor, ou evita que o estresse da vida apareça repentinamente. 

Porém, a saúde mental ajuda a lidar com cada aspecto para que você possa continuar a se envolver, de forma produtiva, em todos os momentos da vida. 

Como a saúde mental reflete em sua vida?

De forma mais aprofundada, a saúde mental é uma área ampla, que inclui diversos fatores internos de uma pessoa, que pode ser diagnosticado de várias maneiras, mas no geral podem receber denominações clínicas como:

  • Depressão;
  • Esquizofrenia;
  • Fobias;
  • Transtornos de ansiedade.

Isso reflete em quase todas as áreas da vida, mesmo com um bom emprego em uma empresa de  transporte de máquinas pesadas, mas também inclui como você se alimenta e descansa, seus relacionamentos sociais e amorosos, sua saúde geral e concentração em aspectos específicos. 

A pessoa que não mantém a saúde mental em ordem pode ter transtornos comórbidos, como abuso de drogas e álcool, entre outros vícios, afetando de forma negativa a produtividade.

Sem um tratamento adequado, se transforma em doença mental, o que leva a muitas outras complicações na vida pessoal e profissional. 

Dessa forma, é muito importante buscar ajuda profissional, não apenas para a vida profissional dentro de uma empresa de fachadas de casas térreas modernas, mas para recuperar a saúde mental de forma apropriada.

Tipos de transtornos da saúde mental

Os distúrbios de saúde mental ocorrem de diferentes formas. Os sintomas podem evoluir, dificultando um diagnóstico preciso.

De qualquer maneira, vale destacar determinados distúrbios que podem afetar as pessoas de todas as idades. 

1. Depressão

A depressão é um grande mal que atinge o século XXI, talvez pelo uso exacerbado de tecnologia, observado em um primeiro momento, mas na verdade abrange uma ampla gama de condições.

Esse tipo de transtorno que afeta a saúde mental geralmente é definido pela apresentação de mau humor persistente e falta de interesse em seguir a vida, como um todo. 

Também apresenta crises de fadiga e letargia, que pode ser diagnosticada como a distimia, uma forma de depressão mais branda, mas ainda assim duradoura.

2. Esquizofrenia

A esquizofrenia pode ser definida pela falta de capacidade de distinguir o que é real e o que é imaginário, mas não deve se reduzir a apenas ouvir vozes ou ter personalizadas múltiplas. 

A esquizofrenia pode causar a crença em conspirações aleatórias, mas elaboradas, e causar paranóia, tanto individual quanto coletiva. 

3. Síndrome do pânico ou transtorno de ansiedade 

Esse tipo de transtorno é definido por ataques repetidos e intermitentes de medo intenso de que algo ruim possa acontecer, ou uma sensação de destruição a qualquer momento.

Os ciclos não ocorrem de forma instantânea.

4. Transtorno bipolar

A bipolaridade causa um ciclo entre estados emocionais de forma periódica, que transpassam por 2 fases distintas: maníaca e depressiva.

As fases maníacas são marcadas por períodos de extrema atividade e emoções intensas, e nas frases depressivas, as características se alternam entre tristeza e letargia. 

5. Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade 

O TDAH, ou Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, é caracterizado por uma incapacidade de manter o foco na tarefa, comportamento impulsivo e atividade excessiva, e a pessoa não consegue ficar parada.

Pode ser comumente diagnosticado em pessoas, mas também ocorre em pessoas adultas.

O que causa um distúrbio de saúde mental?

Os distúrbios da saúde mental não possuem uma causa única, mas consequências da mistura de diferentes fatores, sejam ambientais, biológicos ou psicológicos. 

O histórico familiar de transtornos de saúde mental de uma pessoa pode ser a causa provável, e estar mais propensa a desenvolver algum deles em algum momento da vida. 

Alterações na química do cérebro, seja por abuso de substâncias ou mudanças na dieta também podem ser a origem de um transtorno mental. 

Fatores ambientais e psicológicos, como a exposição social e a educação, podem formar a base para padrões de pensamento nocivos, e serem associados a transtornos mentais.

Somente um profissional da área de saúde mental com licenciamento online, como psiquiatras e psicólogos, podem fornecer um diagnóstico preciso das causas de um determinado distúrbio.

Efeitos da má saúde mental na qualidade de vida

As pessoas que apresentam baixa qualidade de vida podem lidar com problemas de saúde mental, pois determinados transtornos as impedem de realizar tarefas cotidianas como por exemplo pagar uma cobrança de condomínio, levando a um quadro clínico de declínio da autossuficiência. 

O resultado é a baixa autoconfiança e baixa autoestima. 

Há aqueles que lutam contra o isolamento, e ainda assim não se sentem dignos e contribuidores da sociedade, sentindo-se apáticos e alienados. 

Atividades comuns e hobbies deixam de ser interessantes, o que afeta na redução de relacionamentos, seja com familiares ou com amigos. 

Por causa disso, o nível de atividade fica comprometido, e a redução na produtividade atinge até mesmo atividades básicas de alimentação e higiene. 

A dieta alimentar não tem nenhum equilíbrio, pois não há energia ou nível de interesse em fazer compras ou cozinhar. Até mesmo o banho é ignorado.

Uma pessoa que sofre de depressão não pensa em trocar as roupas, se tornando um transtorno que afeta até mesmo a vida social, pois não vêem mais sentido.

Pessoas que apresentam problemas de saúde mental não lavam os cabelos e nem escovam os dentes, pois não querem se ver no espelho, e tudo parece ser fútil e sem nenhuma esperança. 

Essas pessoas não se importam mais com a higiene pessoal, se estão com mal cheiro e, em muitos casos, ficam com uma aparência destruidora.

Como alinhar saúde mental e qualidade de vida 

O mais importante é procurar ajuda profissional o quanto antes, pois muitas pessoas precisam passar por uma mudança significativa para melhorar a qualidade de vida e a saúde mental.

Uma alimentação equilibrada, a inclusão de exercícios regulares e um planejamento para ter um sono melhor, assim como uma vida social, podem ajudar a recuperar a saúde mental. 

Até mesmo a participação em projetos da comunidade local sobre adm condominial, ou celebrações entre os familiares, são ações que podem ajudar no sentimento de pertencimento e realização.

Quem apresenta problemas de saúde mental mais graves, é necessário encontrar terapias e tratamentos apropriados, e abordar todos os fatores que contribuem para a precariedade e os baixos índices de qualidade de vida. 

Há pessoas que precisam seguir para centros de tratamento para dependência de álcool e drogas, onde são fornecidas sessões de terapia ambulatorial e mental.

A terapia com psicólogos permite que uma pessoa fale sobre elementos e situações estressantes, e as causas que acometem a saúde mental. 

Os profissionais da área da saúde mental podem prescrever medicamentos para melhorar e equilibrar o humor para não se preocupar na hora de contratar uma empresa de arquitetura e engenharia, ou qualquer que seja a cidade onde mora.

Ao invés de se esconder sob os problemas, as pessoas com a saúde mental afetada podem encarar e propor soluções inerentes, mesmo que, em um primeiro momento, precisem receber apoio e ferramentas para o enfrentamento, e assim possam voltar às atividades regulares.

Quando você entende as causas, ou os por quês, passa a entender melhor como resolver um problema, e assim encarar a vida de forma mais gratificante, garantir a saúde mental e melhorar a qualidade de vida.

Conclusão

De fato, há diversos fatores que influenciam o bem-estar e a saúde mental em geral, inclusive quando se pede um orçamento de instalação de linha de vida e percebe que está dentro do orçamento para a reforma residencial.

Os fatores individuais desempenham papel importante, mas existem aspectos ambientais, financeiros e sociais que também podem influenciar na saúde mental. 

O mais importante, para finalizar, é procurar ajudar se você encontrar dificuldades, das mais simples às mais complexas. 

Uma sessão de terapia com um profissional da área de saúde mental pode ajudar a resolver problemas psicológicos e, assim, garantir melhor bem-estar, qualidade de vida e uma saúde mental alinhada. 

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Leia também: