Como curar a garganta inflamada: opções naturais e remédios

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Se você está lendo este texto, com certeza já sofreu com garganta inflamada em algum momento da vida, ou está passando por isso neste momento.

A inflamação pode ocorrer por várias situações e, por esse motivo, pode ser tratada de diferentes formas, conforme a causa e a gravidade do quadro. 

Por exemplo, existem medidas mais simples, como repousar, e outras mais drásticas – que envolvem o uso de antibióticos e anti-inflamatórios. 

Independentemente do grau, a garganta inflamada geralmente causa sintomas como dor, ardência, dificuldade para engolir e, em casos mais drásticos, febre e mal-estar. 

Já dentre os principais motivos que desenvolvem inflamação na garganta podemos destacar:

 

  • Mudança de temperatura;
  • Vírus ou bactéria;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Tempo seco;
  • Alergia;
  • Faringite;
  • Amigdalite. 

 

Dessa forma, neste artigo, apresentaremos algumas opções naturais para tratar o desconforto, assim como os remédios que são mais recomendados para solucionar esse problema. 

Contudo, vale ressaltar que a busca por um profissional de saúde é essencial para o devido tratamento e para acompanhar outros aspectos da saúde que podem estar relacionados às dores. Para conhecer os detalhes para o tratamento, prossiga a leitura!

Conheça remédios naturais para a inflamação na garganta 

Como a dor de garganta pode trazer incômodos diversos, impactando na saúde e rotina, é importante conhecer alguns cuidados e até mesmo remédios naturais para auxiliar no controle da inflamação e dos seus sintomas.

Dessa forma, separamos alguns exemplos de medidas que você pode se basear para reduzir os incômodos. 

Vale ressaltar que se a inflamação for causada por bactéria, o uso de antibióticos prescritos por um médico pode ser recomendado e, qualquer que seja a situação, o médico sempre deve ser consultado.

Mas, independentemente do motivo da inflamação, ações naturais podem contribuir para aliviar os sintomas até que a consulta possa ser realizada ou um tratamento iniciado.

Realize gargarejo com sal e água morna

A primeira recomendação diz respeito ao uso de água morna e sal, por pelo menos, 3 vezes ao dia, inclusive, antes de ir trabalhar em uma empresa de sistema de aterramento

Como o sal é um agente com propriedades antimicrobianas, pode ser uma medida bastante eficaz na redução dos incômodos e essencial para eliminar alguns microrganismos da garganta, minimizando os sintomas associados à dor. 

O gargarejo pode se tornar ainda mais eficaz se você inserir suco de limão em sua mistura, devido a acidez.

Inclusive, existe um “shot” que auxilia a imunidade e que pode ser ingerido todos os dias, ainda mais quando se está com alguma infecção. 

Ele é composto por 20 gotas de própolis, um suco de limão e 1 colher rasa de cúrcuma. 

Beba chá de limão com gengibre e mel 

Além do gargarejo com água morna e sal, o chá de limão com gengibre e mel são essenciais no processo de recuperação, assim como para o fortalecimento do sistema imunológico. 

Saiba que seu corpo precisa estar mais forte para combater uma infecção, e isso é possível por meio da melhora alimentar, que auxilia no fortalecimento dos sistemas.

No caso desta mistura, isso ocorre porque o limão possui excelentes propriedades antioxidantes, assim como vitamina C, ajudando na cura do processo inflamatório. 

O mel também pode contribuir com a melhora, já que funciona como anti-séptico e até mesmo como expectorante. 

Muitas vezes, a dor de garganta surge em um contexto gripal, sendo essencial o uso do mel e a reposição da vitamina C para qualificar a saúde e a imunidade.

O chá pode ser feito com uma xícara de água quente, um limão em suco ou fatiado e gengibre. É possível juntar todos esses elementos, aguardar de 15 a 20 minutos e depois, coar. Por fim, adicione o mel. 

A recomendação é que a pessoa utilize o chá 2 vezes por dia em sua casa ou no ambiente de trabalho, como em uma fabricante de portas de alumínio, aproveitando os momentos de pausa.

Recorra ao chá de camomila com adição de mel 

Outro chá que pode contribuir com a recuperação do corpo, reduzindo o processo inflamatório da garganta, é o chá de camomila. 

Esse chá não somente acalma a garganta, mas também fortalece o sistema imunológico. Além disso, é um conhecido “relaxante”, trazendo mais tranquilidade e conforto para a pessoa que está sofrendo com a inflamação.

Com a adição de mel, o chá fica ainda mais gostoso, mas também, reforça suas propriedades expectorantes e anti-sépticas. 

O preparo desse chá é bem simples, já que envolve uma colher das flores de camomila, assim como uma colher de mel e uma xícara de água quente. 

Para fazê-lo, basta misturar esses ingredientes (deixando o mel por último) e aguardar em torno de 10 minutos.

Após coar, o mel deve ser adicionado e o consumo do chá pode ser feito até 3 vezes por dia.

Opte por chá de sálvia, alteia ou malva 

Fechando a lista de chás que apresentaremos neste artigo, traremos um tipo de solução que nem todo mundo conhece. 

Estamos falando do consumo do chá de malva, sálvia e alteia, que são ervas que possuem propriedades anti-inflamatórias para a garganta. 

Dessa forma, é possível adicionar 1 colher de sopa da erva que foi escolhida a uma xícara de água e, após 15 minutos, coar. Assim, as características podem ser repassadas à água que será ingerida.

A recomendação é que o consumo ocorra 2 vezes por dia, seja em casa ou no seu trabalho em uma empresa administradora de condomínio

Experimente vitamina de mel com morango 

Para começar o dia com mais disposição e força, combatendo a baixa imunidade e até mesmo os impactos de uma possível inflamação na garganta, uma opção bastante interessante é recorrer ao consumo de vitaminas.

Já no caso de quem está com a garganta dolorida e inflamada, mesmo antes de ir para o trabalho em uma empresa de solo grampeado, a recomendação é preparar uma vitamina de mel com morango, adequando a vitamina às necessidades deste período.

Isso porque essa fruta é rica em vitamina C e auxilia no fortalecimento do sistema imune. 

Ainda, é possível adicionar mel, que torna a garganta ainda mais lubrificada e pode ajudar na redução de sintomas. 

Para preparar a vitamina, basta separar 1 copo de leite, uma colher de mel e entre 6 e 7 morangos para ampliar o sabor e deixar a vitamina mais encorpada.

Agora, é só bater tudo no liquidificador e ingerir. 

Além dos chás e vitaminas que apresentamos neste texto, vale a pena lembrar que durante uma crise de inflamação de garganta você deve dar preferência a alimentos:

 

  • Pastosos;
  • Líquidos;
  • Em temperatura ambiente ou morna;
  • Que não estejam gelados ou muito quentes. 

Dessa forma, você garante que seu corpo consiga se recuperar mais rápido e, ainda, melhora sua disposição e bem-estar para realizar as atividades em casa ou junto a sua equipe de trabalho durante o tratamento de água, fortalecendo a imunidade como um todo.

Principais medicações para infecção na garganta 

Como já falamos brevemente neste artigo, em alguns casos, as infecções na garganta se dão por agentes bacterianos. 

Dessa forma, o uso de antibióticos se mostra fundamental para curar a infecção. 

De modo geral, a infecção bacteriana se caracteriza por uma febre elevada, em cerca de 39 a 40 graus celsius, assim como pelo surgimento de pus e feridas na garganta. 

Essa infecção pode se alojar nas amígdalas ou na laringe, causando problemas que conhecemos como amigdalite e faringite. 

Se você estiver com um quadro febril e perceber o surgimento de pus ou feridas na garganta, é essencial buscar um profissional de saúde para avaliar se há uma urgência médica e qual o melhor método de tratamento.

De modo geral, os principais medicamentos recomendados para esses casos são:

 

  • Azitromicina;
  • Amoxicilina;
  • Cefalexina;
  • Eritromicina;
  • Clindamicina. 

 

No entanto, a indicação médica é crucial para o devido tratamento e para fazê-lo com segurança.

Na correria do dia a dia, como em uma empresa de esquadria de alumínio sob medida, por exemplo, é comum que ocorra uma queda do sistema imunológico e as infecções ataquem.

Nesse caso, o uso desses antibióticos, unidos com os remédios caseiros que apresentamos, é um potencial fortalecedor do corpo.

No caso da amoxicilina, por exemplo, o medicamento é indicado para o tratamento da bactéria Streptococcus A., que causa problemas ligados à faringite e à amigdalite. 

As dosagens dessa medicação podem variar conforme a pessoa e o peso. 

Já no caso da azitromicina, trata-se de um antibiótico comumente indicado para o tratamento de bactérias que causam amigdalite e faringite.

Também é um importante aliado para combater inflamações causadas por vírus, como o é o caso de Epstein-Barr, que geralmente traz febre com temperaturas elevadas e outros problemas, como dores intensas na garganta. 

Vale ressaltar que o uso de antibióticos é específico, por isso que a orientação médica é essencial e a automedicação não deve ser realizada, visto que pode fortalecer as bactérias/vírus se não for tomado corretamente ou se for ingerido com muita frequência, enfraquecendo o sistema imune no combate às doenças.

Somente o médico pode dizer quanto tempo você deve tomar o remédio, assim como a dosagem e quantidade de vezes por dia. 

Mais ainda, ele pode avaliar suas necessidades específicas, como se você trabalha com vendas em uma empresa de móveis planejados alto padrão, emitindo um atestado médico caso seja necessário poupar a voz.

Saiba a qual profissional recorrer em caso de garganta inflamada?

Muitas pessoas sofrem com infecções constantes na garganta, seja por mudança do clima ou pelo fato de ser atingido por uma bactéria. 

Neste caso, é muito importante buscar por um profissional que seja especializado em lidar com esse problema para acompanhá-lo em um tratamento mais direcionado.

O médico otorrino é especializado em problemas da garganta, ouvido, nariz e faringe. Por isso, esse profissional pode verificar como está sua garganta e qual é o tipo de infecção. 

Para isso, ele pode recomendar a realização de exames e, até mesmo, utilizar alguns equipamentos específicos para favorecer o diagnóstico, assim como ocorreria para criar bons projetos de arquitetura no setor da construção.

Assim o processo terá mais qualidade e segurança, promovendo mais saúde e auxiliando na identificação de qual fator tem favorecido o surgimento de inflamações.

Ou seja, esse profissional pode ajudar não somente nas dores de garganta, mas em infecções gripais e outros problemas como rinite, sinusite e, até mesmo, desvio do septo. 

Por isso, para além dos cuidados diários e receitas caseiras para melhorar a imunidade, não deixe de procurar o auxílio profissional, quando necessário, de modo a curar possíveis inflamações.

 

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leia também: